top of page
  • Foto do escritorRedação

Auricchio assume o comando da Saúde na Frente Nacional de Prefeitos



O prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior, foi eleito o novo vice-presidente executivo de Saúde da FNP (Frente Nacional de Prefeitos). O anúncio foi realizado na manhã desta sexta-feira (19/4), durante a 86ª Reunião Geral do bloco, em Ribeirão Preto.

Auricchio substitui o prefeito de Campinas, Dário Saadi, que concorrerá à reeleição. De acordo com a legislação eleitoral, candidatos nas eleições deste ano precisam se afastar da diretoria da entidade – o atual mandato da FNP se encerrará em abril de 2025.

“Esta é mais uma missão desafiadora que assumo na FNP, que requer muito diálogo, sensibilidade para entender as peculiaridades dos municípios e energia para reivindicar recursos e projetos junto aos governos estadual e federal. Exemplos são o novo modelo de financiamento da Atenção Primária e as estratégias de combate à dengue, sempre em defesa dos municípios, que é onde a vida das pessoas de fato acontece”, ressaltou Auricchio, que já foi vice-presidente da entidade para os ODSs (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) e de Inovação em Saúde.

86ª REUNIÃO GERAL DA FNP

Durante a 86ª Reunião Geral da FNP, Auricchio apresentou casos referenciais de São Caetano na Saúde e na Tecnologia. O prefeito participou de três painéis de debates temáticos.

O primeiro deles foi sobre Mudanças no modelo de financiamento da Atenção Primária à Saúde para 2024, no qual o secretário nacional de Atenção Primária à Saúde, Felipe Proenço, apresentou a nova metodologia de cofinanciamento federal do Piso de Atenção Primária à Saúde no âmbito do SUS (Portaria GM/MS 3.493/2024), com o objetivo de fortalecer e valorizar a ESF (Estratégia Saúde da Família).

Ainda na Saúde, Auricchio debateu a Articulação federativa para o enfrentamento à Dengue, em mesa que teve a participação da ministra da Saúde, Nísia Trindade. O prefeito de São Caetano apresentou, como política pública exitosa na cidade, o Tele Dengue (4233-8136), canal de WhatsApp criado em fevereiro para orientação, denúncias e atendimento via telemedicina a moradores com sintomas da doença.

Auricchio externou a angústia que ele e outros prefeitos têm vivenciado sobre o tema, relatando o aumento da pressão sobre as unidades de Saúde, também em virtude da escalada de casos de doenças respiratórias, e reivindicou à ministra agilidade nos repasses federais para combater a dengue, o zika vírus e a chikungunya.

O chefe do Executivo participou também do painel sobre a Parceria da FNP com a Google, no qual os prefeitos tiveram a oportunidade de aderir às plataformas Environmental Insights Explorer (visualização e análise de dados emissões de CO2 e cobertura vegetal) e Waze for Cities (compartilhamento de dados de trânsito e congestionamentos), o que São Caetano formalizou, de forma pioneira, em fevereiro.

Mark Ribeiro (MTb. 46.082)19/4/24

Fotos: Divulgação / FNP

Comments


bottom of page