• Redação

Um GCM de Santo André, no ABC paulista, morreu depois de ser agredido dentro do Parque Celso Daniel

Um guarda civil municipal de Santo André, no ABC paulista, morreu depois de ser agredido dentro do parque Celso Daniel, localizado no Centro da cidade. O guarda, que tinha 56 anos e trabalhava há 33 anos na GCM de Santo André, pediu a um grupo de jovens que parasse de fumar narguilé dentro do parquinho infantil do parque. Só que um dos jovens abordados não concordou com o pedido e passou a agredir o guarda com socos no peito, informou a GCM. O agente perdeu a consciência e teve três paradas cardíacas, sendo socorrido ao Centro Hospitalar de Santo André. O GCM não resistiu aos ferimentos e morreu. O velório e o enterro dele serão realizados nesta quinta-feira (16) no Cemitério Curuçá, em Santo André. O homem acusado de agredir o guarda foi preso e levado à 4º Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde prestou depoimento e foi liberado. A GCM informou que o parque possui câmeras de vigilância que podem ter gravado a ação do agressor. Fonte: globo

  • Branco Facebook Ícone

/AmigosDoABC

  • Branca Ícone Instagram

@amigosdoabcd

  • Branco Twitter Ícone

@amigosdoabcd