• Redação

Santo André vai dobrar número de câmeras de monitoramento



Cidade terá cerca de 650 equipamentos em funcionamento até o final do ano para reforçar segurança

Santo André, 18 de julho de 2022 - A Prefeitura de Santo André está ampliando o monitoramento por imagens na cidade, reforçando o trabalho realizado pelo Centro de Operações Integradas (COI). O município, que tem hoje cerca de 300 câmeras, contará com aproximadamente 450 equipamentos até o final de agosto e 650 até o fim do ano. O prefeito Paulo Serra esteve recentemente na Vila Metalúrgica, no segundo subdistrito, um dos diversos bairros beneficiados pela ampliação do monitoramento e também pelo programa Banho de Luz. “São dois programas importantes. Essa região, por exemplo, já está com 100% de lâmpadas LED e queremos, até o fim de 2024, entregar toda a cidade com a iluminação pública modernizada, trazendo mais qualidade de vida. E temos também a ampliação do monitoramento da cidade”, diz o prefeito. “Até o fim deste ano vamos chegar em aproximadamente 650 câmeras. Seremos uma das cidades mais monitoradas do Brasil, com mais segurança. Apesar de não ser de competência exclusiva do município, estamos investindo muito nisso”, completa. A instalação das câmeras traz série de benefícios à cidade: inibe e monitora o roubo de cabos e fios, promove segurança, permite monitoramento do tráfego, auxilia no controle da drenagem, entre outros. “Temos estrutura de monitoramento, por meio do COI, que serve para segurança, mobilidade urbana, Defesa Civil, combate a enchentes, para várias áreas de políticas públicas”, endossa o prefeito, referindo-se ao serviço prestado por meio da estrutura montada no prédio da Prefeitura, no Paço. Todas as regiões da cidade já foram contempladas com câmeras e a ampliação seguirá pelos bairros, aumentando a cobertura de monitoramento e, consequentemente, garantindo mais eficiência dos serviços. | Texto: Dérek Bittencourt | Fotos: Alex Cavanha/PSA