top of page
  • Foto do escritorRedação

Santo André inaugura Clínica da Família São Jorge com atendimento especial a povos indígenas




 

Unidade de saúde passou por ampla modernização e passou a contar com número maior de equipes

 

Santo André, 6 de abril de 2024 - Os moradores do bairro Cidade São Jorge, em Santo André, ganharam neste sábado (6) uma nova unidade de saúde, moderna e adequada aos padrões de qualidade do programa Qualisaúde. O equipamento fica na Avenida São Paulo, 800, e vai funcionar de segunda a sexta, das 8h às 17h. O atendimento começa na próxima terça-feira (9).

 

Um dos diferenciais da Clínica da Família São Jorge é o consultório de número 5, que vai ofertar atendimento de referência para povos indígenas. É a primeira unidade de saúde do ABC que irá contar com equipe técnica especializada em atender as demandas deste público.

 

“Sabemos que ainda há muito o que fazer, mas não tenho dúvidas de que, em todas as áreas que a gente comparar, a cidade melhorou. Nosso novo modelo de gestão, que começou lá em 2017, saiu do papel e está, dia a dia, melhorando a vida das pessoas. Hoje entregamos mais um equipamento de saúde modernizado, que vai atender com excelência os moradores do bairro Cidade São Jorge”, afirmou o prefeito Paulo Serra. 

 

A Clínica da Família São Jorge fica em um terreno de 610 metros quadrados. A reforma permitiu melhoria nos fluxos e também ampliação do serviço oferecido para a população, que agora conta com oito médicos, contra cinco de antes da obra.

 

A odontologia, por exemplo, tinha uma equipe e teve seu quadro duplicado, assim como as equipes de ESF (Estratégia Saúde da Família), profissionais que fazem visitas domiciliares, que foram de uma para quatro. Com isso, a unidade vai passar de 24 mil para 36 mil pessoas cadastradas, o que representa ampliação de 50%.

 

“Eu estou muito feliz de estar aqui hoje, entregando uma unidade como essa, nesse novo padrão de atendimento. É um sentimento especial, queria agradecer muito à equipe que tem se dedicado muito para transformar a saúde de Santo André. O munícipe que passar por aqui e precisar de um especialista na rede poderá agendar pelo aplicativo do Poupatempo da Saúde”, afirmou o secretário de Saúde, Gilvan Junior. 

 

A modernização completa da unidade recebeu investimento de R$ 2,4 milhões, sendo que R$ 2 milhões foram enviados pelo Governo do Estado por meio de convênio. 

 

O equipamento passou por uma reforma ampla que preservou praticamente apenas as paredes da estrutura anterior. A obra corrigiu diversos problemas crônicos que existiam no local, além de trazer adequações importantes no espaço, como a derrubada do muro que cercava a unidade e o paisagismo nos jardins.

 

Indígenas - De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Santo André conta com 630 indígenas. Os povos Pankara, Pataxó, Pankararu, Atikum e Guayana-Muiramomi atuam no município, dentre outros a serem identificados. 

 

A Unidade Municipal de Referência para Saúde dos Povos Indígenas vai oferecer acolhimento e um cuidado de acordo com as especificidades desta população e em atendimento à implementação da Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas.

| Texto: Daniele Vieiradcvieira@santoandre.sp.gov.br / 4433-0142| Fotos: Helber Aggio/PSA e Divulgação

Comments


bottom of page