• Redação

Santo André ganha novo Cine Carlos Gomes de presente no aniversário da cidade

Prefeitura entrega revitalização do equipamento cultural no dia em que o município completa 469 anos Santo André, 9 de abril de 2022 - A cidade de Santo André ganhou um presente especial nesta sexta-feira (8), dia em que a cidade completou 469 anos. O Cine Theatro de Variedades Carlos Gomes, um dos equipamentos culturais mais importantes do município, reabriu as portas totalmente revitalizado. A solenidade de inauguração, realizada na noite desta sexta, contou com projeção de imagens antigas do emblemático espaço cultural e a apresentação ‘Homenagem a Carlos Gomes’, com a Orquestra Sinfônica de Santo André. “Talvez essa não seja a maior obra em termos de investimento, mas do ponto de vista afetivo dificilmente teremos uma entrega tão intensa quanto essa. Se a cidade poderia ter um melhor presente de 8 de abril eu não sei qual seria. Devolver o Cine Theatro Carlos Gomes faz com que todos nós escrevamos um novo capítulo da história de Santo André”, afirmou o prefeito Paulo Serra. As obras de revitalização e recuperação do Cine Carlos Gomes tiveram início em novembro de 2019. O conceito proposto é da utilização do edifício como uma praça coberta. Seguindo os princípios contemporâneos de intervenção em patrimônio histórico, o projeto contempla a transformação em um equipamento multifuncional e flexível, voltado às diversas formas de manifestações artísticas e atividades culturais, além da convivência social. “Esse é um momento especial, que já tem lugar reservado na lista de meus melhores momentos. Esse lugar, que não é mais um cinema de rua como foi um dia, mas que também exibirá filmes em outros formatos e dimensões, será o que as pessoas fizerem dele. As pessoas, seus desejos e usos, é que fazem o lugar, e essa é a proposta do Carlos Gomes”, afirmou a secretária de Cultura, Simone Zárate. Um dos presentes no evento foi Waldyr Macedo, ex-funcionário do Cine Carlos Gomes que trabalhou no local entre 1963 e 1968 como lanterninha e operador de projeção. Ele recebeu uma placa em sua homenagem das mãos do prefeito Paulo Serra e da secretária de Cultura, Simone Zárate. Obras - A Prefeitura investiu R$ 3,5 milhões nas obras do Cine Theatro de Variedades Carlos Gomes. O prédio passou por recuperação geral, que incluiu reforma estrutural com execução de mezanino e frisas; execução de anexo para atividades administrativas e apoio operacional; execução de instalações elétricas, hidráulicas e pisos, além de reforma civil da cobertura da antiga plateia (sala de exposição), palco e revestimentos externos. Foram adotados como eixos a recuperação e valorização dos elementos significativos para a preservação da memória (paredes laterais e boca de cena com recuperação da pintura original e estrutura de madeira da cobertura); a não reposição dos elementos suprimidos ao longo das décadas, de forma a marcar a perda do patrimônio; inserção de elementos contemporâneos como resgate a referências e a configuração espacial original (reconstrução do mezanino e das frisas), e inserção de elementos contemporâneos (construção de anexo de apoio e infraestrutura). Como parte das intervenções, a Prefeitura implantou 216 metros quadrados de canteiro de vegetação com plantio de plantas ornamentais, oito árvores nativas e 30 arbustos. Com a integração ao novo calçadão da Rua Senador Flaquer, o Cine Carlos Gomes passa a fazer parte de um grande boulevard e eixo cultural, inéditos em Santo André. O projeto executado para revitalização do Cine Theatro de Variedades Carlos Gomes foi desenvolvido pelos arquitetos das Secretarias de Inovação e Administração, Manutenção e Serviços Urbanos e Cultura de Santo André, e pelo Corpo Técnico do Comdephaapasa (Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arquitetônico-Urbanístico e Paisagístico de Santo André). As intervenções foram aprovadas pelo conselho. Unindo preservação e modernidade, o projeto arquitetônico foi um dos destaques de 2021 segundo levantamento do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo (CAU-SP). A proposta recebeu menção honrosa na categoria que trata da “Gestão de Patrimônio Cultural”, que envolve programas, projetos e ações executados pelo poder público ou realizados em parceria com o mesmo. Histórico - Inaugurado em 1912 pelo italiano Vicenzo Arnaldi, o então Cine Teatro Carlos Gomes localizava-se à Rua Coronel Oliveira Lima. Em 1925 foi transferido para a atual sede pela empresa Arnaldi, Masini & Gianotti. Com estilo arquitetônico neoclássico, o edifício da Rua Senador Flaquer foi construído por Arthuro Boschetti com boca de cena e a decoração das paredes laterais feitas por Luiz Cereja. Possuía capacidade para 800 espectadores. Lá eram desenvolvidas atividades diversas, como apresentações musicais e de teatro, projeção de filmes e bailes carnavalescos. No mezanino estava instalado o Clube Atlético Rhodia, que também promovia atividades sociais. Em 1932 foi realizada a primeira reforma, quando foi construído o anexo para abrigar um rinque de patinação e acesso para automóveis. Em 1947, foi construída a marquise e modificada a fachada. Outras reformas se sucederam, tanto interna quanto externamente. Fechado em 1987, foi ocupado por uma loja de tecidos (quando sua fachada foi descaracterizada) e por um estacionamento. Foi desapropriado em 1991 por pressão popular e está fechado desde 2011. O local é um bem tombado como Patrimônio Cultural Andreense pelo Comdephaapasa desde 1992. Programação - A programação de inauguração do Cine Theatro de Variedades Carlos Gomes prossegue neste sábado (9) com série de atividades durante todo o dia. O espaço multiuso abrigará a partir das 10h, 20 artesãos participantes do Festival Multicultural. Às 13h, o grupo Arc Du Ciel, com André di Peroli e Tálita Colin, fará uma oficina criativa. Às 15h, a Cia. ‘Os Rouxinóis’ realizará uma contação de história sobre o Cine Theatro de Variedades Carlos Gomes. Às 16h, retomando um antigo uso do local, será realizada apresentação de patinação artística com grupo Pro 360 Patinação. A partir das 19h, com o Encontro da Geração Beat, que reunirá as bandas ‘Os Botões’, ‘Porão 99’ e ‘Equipe 4+’. Os ingressos foram distribuídos antecipadamente e estão esgotados. E para quem quiser conhecer um pouco mais da história do emblemático cinema da cidade e o processo de restauração, haverá visitas monitoradas, às 11h e 14h, com equipe do Museu de Santo André Dr. Octaviano Armando Gaiarsa. Não é necessário agendamento prévio. A partir das 11h, a Marquise do Carlos Gomes recebe cortejo com a Pequena Trupe de Circo. Às 14h, o Grupo Notícias Populares realizará o show ‘Cartorian’, com composições das décadas de 1930 a 1980 de Cartola e Adoniran Barbosa. Às 17h, o público poderá conferir o Maracaru do Baque CT. E às 18h30, na empena, será apresentado o slide show com imagens antigas do espaço. E no domingo (10), o espaço multiuso receberá mais um Festival Multicultural, das 10h às 17h. A Companhia SiLaBÁ apresenta o musical infantil ‘Cadê o Pindó?’, às 11h. Às 14h, será realizada mais uma visita monitorada no restauro da obra. E às 15h, show musical com o músico Allan Spirandelli. Serviço: Programação do Cine Theatro de Variedades Carlos Gomes | 9/4 - Sábado Espaço multiuso 10h às 17h: Festival Multicultural 11h e 14h: Visita monitorada no restauro da obra 13h: Arc du ciel (oficina criativa com André di Peroli e Tátila Colin) 15h: Cia ‘Os Rouxinóis’ (Contação de história sobre o Cine Theatro Carlos Gomes) 16h: Patinação artística Pro 360 Patinação. 19h: Encontro Geração Beat com as bandas Os Botões, Porão 99 e Equipe 4+ (Ingressos esgotados). Marquise 11h: Pequena Trupe de Circo (cortejo) 14h: Grupo Notícias Populares (Show Cartorian, com composições de Cartola e Adoniran Barbosa 1930 a 1980.) 17h: Baque CT (Maracatu) Empena 18h30: Slide Show | 10/4 - Domingo Espaço multiuso 10h às 17h: Feira Multicultural 11h: Companhia SiLaBÁ (musical infantil ‘Cadê O Pindó?’) 14h: Visita monitorada no restauro da obra 15h: Allan Spirandelli (show musical) Atividades gratuitas. | Texto: Tiago Oliveira, Marcos Imbrizi e Daniela Mian

| Fotos: Alex Cavanha e Angelo Baima