top of page
  • Foto do escritorRedação

Santo André contrata FUABC para gerir rede de Atenção Básica e Vigilância à Saúde



Parceria com a Fundação do ABC foi oficializada nesta terça e expectativa é ampliar acesso dos usuários aos equipamentos de saúde


Santo André, 1º de fevereiro de 2023 - A Secretaria de Saúde de Santo André e a Fundação do ABC (FUABC) assinaram nesta terça-feira (31) novo contrato de gestão para gerenciamento, operacionalização, execução e fomento de serviços da rede de saúde do município nas áreas de Atenção Básica, Vigilância à Saúde e Apoio à Gestão.

Com o novo contrato é esperado ganho de qualidade nos serviços ofertados para a população na Atenção Básica. No total, a FUABC vai disponibilizar cerca de 1,3 mil funcionários para atuar na rede andreense. O novo acordo prevê o repasse mensal de R$ 14,1 milhões – ou aproximadamente R$ 170 milhões ao ano.

“Será um novo modelo de gestão, que foi alinhado nos últimos meses para conseguirmos atender a demanda crescente na busca por atendimento na Atenção Básica, que é a porta de entrada na nossa rede de saúde. Esperamos com a consolidação deste acordo ter mais tranquilidade e melhorar ainda mais o serviço ofertado”, comenta o secretário de Saúde de Santo André, Gilvan Junior.

Um dos objetivos do contrato é integrar a Rede de Atenção à Saúde, articular e interagir com todos os equipamentos da cidade em busca de ampliar e qualificar o acesso aos usuários. Os esforços incluem planejamento, coordenação de processos, supervisão técnica, controle e avaliação, além de acompanhar as determinações do secretário de Saúde com relação às diretrizes dos cenários internos e externos, demandadas pelo Ministério da Saúde.

Outro objetivo é realizar de forma contínua a observação e o levantamento das prioridades de saúde, com a identificação de eventuais melhorias técnicas e operacionais que possam ser implementadas.

“Estamos trazendo um novo modelo de Saúde para Santo André, dentro das orientações e diretrizes do prefeito Paulo Serra e do secretário de Saúde, Gilvan Junior. Nossa missão é entregar saúde de qualidade, resolutiva, em equipamentos eficientes e que estejam em sintonia com os predicativos eleitos pela gestão municipal”, detalha o presidente da Fundação do ABC, Luiz Mário Pereira de Souza Gomes.

A Fundação do ABC já atuava na Atenção Básica de Santo André a partir de parcerias específicas e no apoio em Recursos Humanos. A partir de agora, a entidade assume a gestão plena da área, que engloba 35 unidades básicas de saúde, além das Equipes Multiprofissionais de Apoio (Emaps), Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar (Emads), Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), Núcleo de Qualidade, Apoio e Gestão.

O projeto foi desenvolvido detalhadamente, com dimensionamento e análise de cada unidade do município. Em parceria com a Secretaria de Saúde, o sistema será organizado em sete territórios, com foco na humanização, acesso de qualidade por meio de acolhimento e escuta, e com promoção à vigilância nos diferentes processos de saúde.

“O fortalecimento da Atenção Primária é uma estratégia fundamental para a mudança do modelo assistencial em todos os níveis de complexidade. A construção de redes de atenção que garantam a integralidade e o acesso às ações e serviços de saúde é primordial para que a Atenção Primária seja efetivamente a ordenadora da rede e orientadora das linhas de cuidado, fomentando a construção de uma rede primária resolutiva e humanizada, que trabalhe com instrumentos capazes de coordenar o processo de atenção à saúde”, afirma a gerente técnica assistencial do Escritório de Projetos da FUABC, Sandra Gallo.

Os trabalhos serão monitorados segundo indicadores pré-definidos pelo Ministério da Saúde, a fim de garantir o cumprimento das metas relacionadas à Atenção Básica, entre as quais os acompanhamentos de pré-natal e da saúde da mulher, da vacinação de crianças e da assistência a pacientes diabéticos e hipertensos, por exemplo.

| Texto: Anderson Fattori

| Fotos: Angelo Baima/PSA

Comentários


bottom of page