top of page
  • Foto do escritorRedação

Projeto de Diadema abre novas turmas para curso na área alimentar



O Cozinha Criativa oferece qualificação gratuita a moradores de Diadema com o objetivo de renda e fomento à economia solidária

A Secretária Municipal de Segurança Alimentar de Diadema abriu mais duas turmas para o curso “Culinária Básica com Introdução à Economia Solidária” do Projeto Cozinha Criativa. Participam da formação 60 alunos (30 por classe), com aulas acontecendo duas vezes por semana, às segundas e quartas-feiras e de terças e quintas-feiras, das 9h às 12h.

O curso é gratuito e garante qualificação para moradores da cidade que queiram voltar ao mercado de trabalho, na área da alimentação. Outra opção é o interessado buscar renda por meio do empreendedorismo popular, participando de grupos solidários, ou em ações individuais.

Considerado uma formação livre, o “Culinária Básica” tem 48 horas de aprendizado, com aulas práticas e teóricas que são realizadas no Centro de Referência de Segurança Alimentar e Nutricional de Diadema – CRESAND e na Cozinha Didática do Restaurante Popular Campanário - José Carlos Alves


Para quem conclui o curso, com mais de 75% de frequência, é garantido certificado e, além disso, o interessado pode fazer uma segunda qualificação que é “Aperfeiçoamento em Culinária e Gestão de Empreendimentos”.


O módulo é um aprofundamento dos conteúdos já estudados, englobando novos conhecimentos sobre autogestão e viabilização de planos de negócios, além de receitas para pessoas com diabetes e sobre a alimentação sem glúten.

“Por ano o Cozinha Criativa oferece 300 vagas, entre cursos e oficinas, que são gratuitas e voltadas para a população de Diadema. Podem participar moradores que tenham idade a partir dos 18 anos e que estejam fazendo o Ensino Fundamental I, ou que não tenham concluído o ciclo”, esclarece o secretário de Segurança Alimentar Gel Antônio.

O Projeto Cozinha Criativa é desenvolvido em parceria com a Fundação Florestan Fernandes e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (SEDET). Para saber mais sobre o programa ligue nos telefones 4053-3941/4053-3947, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 14h.

Por Iara Santos Luz

Foto Mauro Pedroso

Comments


bottom of page