top of page
  • Foto do escritorRedação

Prefeito Marcelo Oliveira inaugura o primeiro posto de coleta de sangue da cidade




Serviço irá atender cerca de 1,3 mil doadores por mês


A população de Mauá obteve uma importante conquista na área da saúde. A Prefeitura inaugurou nesta segunda-feira (27/03) o primeiro posto de coleta de sangue da cidade, fruto de parceria com a Colsan (Associação Beneficente de Coleta de Sangue). O custo das obras de adequação do espaço na Vila Bocaina foi de R$ 430 mil. Inicialmente, o local terá seis cadeiras e atenderá 1,3 mil doadores por mês.


“Hoje é um dia muito especial para a nossa cidade. Estamos realizando um sonho. Esse posto de coleta vai incentivar as pessoas a doarem sangue, ajudando a salvar vidas. Contemplamos assim uma demanda dos moradores, que antes precisavam se deslocar para outros municípios para realizar esse gesto tão nobre”, afirmou o prefeito Marcelo Oliveira.


Situado na Rua Luís Lacava, 229, no prédio do CRSMCA (Centro de Referência em Saúde da Mulher, Criança e Adolescente), o serviço dispõe de recepção, sala de coleta, repouso, lanche, pré-triagem e duas de triagem.


O material recebido será encaminhado para o hemocentro da Colsan, em São Bernardo do Campo. Irá render hemocomponentes como concentrado de hemácias, de plaquetas, plasma fresco congelado e crioprecipitado, enviados a hospitais públicos do Grande ABC, entre eles o Hospital de Clínicas Dr. Radamés Nardini.


O horário de funcionamento é de segunda a sábado, das 8h às 12h30. A doação poderá ser agendada pelo aplicativo Colsan, que pode ser baixado na Google Play Store e Apple Play Store. Existe a opção sem a marcação da coleta, por ordem de chegada no local. O posto conta com médico, enfermeiro, captadora, técnico em enfermagem e recepcionista, além de apoio operacional.


Para doar sangue é necessário ter entre 16 e 69 anos (a primeira coleta antes dos 60 anos), pesar acima de 50 kg, estar em boas condições de saúde e vir alimentado, porém evitado refeições gordurosas três horas antes.


No local é necessário apresentar documento oficial e original de identidade com foto contendo CPF e dentro do prazo de validade (RG, carteira profissional ou de habilitação). Menores de 18 anos, acompanhados de adulto, deverão levar o Termo de Autorização de doação preenchido, com firma reconhecida em cartório e RG (original e cópia) de ambos. Maiores informações no link: https://colsan.org.br/site/doador/requisitos-para-doacao/.

Comentários


bottom of page