top of page
  • Foto do escritorRedação

Pelo terceiro ano consecutivo, Ribeirão Pires não registra mortalidade materna




Com acompanhamento no pré-natal e puerpério, rede municipal realiza trabalho acolhedor e humanizado para as gestantes da Estância


A saúde de Ribeirão Pires celebra, pelo terceiro ano consecutivo, a taxa zero de mortalidade materna. Desde 2021, não há registro de óbito de mulheres acompanhadas nas unidades públicas e particulares do município durante a gestação, no momento do parto e no período pós-parto. O indicador é resultado das ações da Prefeitura, que fortaleceu os serviços de pré-natal e está modernizando toda a rede pública de atendimento aos moradores, com especial atenção aos casos de maior risco.


Em um cenário onde o Brasil registrou, em 2022, uma média de 57,7 mortes maternas para cada 100 mil nascidos vivos, Ribeirão Pires se destaca como exemplo de eficiência em saúde pública. Em 2023, apenas o Hospital e Maternidade São Lucas realizou 680 partos no município.


As gestantes da cidade recebem acompanhamento especializado nas UBS - USFs onde são realizados pré-natal completo, exames de ultrassonografia morfológica e obstetrícia, consultas odontológicas, além de testes importantes como sífilis, HIV, hepatite B e strepto. Durante todo o período da gestação, médicos e enfermeiros prestam assistência constante, garantindo cuidado integral e personalizado.


Para mulheres em gravidez de risco, o CAISM (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher) oferece atendimento específico. E, como parte dessa rede de cuidados, o Hospital Maternidade São Lucas realiza partos na rede pública, com serviço humanizado.


O prefeito de Ribeirão Pires, Guto Volpi, ressalta o papel fundamental da reestruturação e modernização da rede municipal de saúde nos resultados positivos. “Saúde é prioridade em nossa cidade. Com investimentos bem empregados e boa gestão, estamos garantindo mais qualidade aos serviços oferecidos nas unidades públicas. Isso se reflete em segurança, em bem-estar para os moradores. São cuidados que fazem a diferença na vida das famílias”, destacou.

Comments


bottom of page