top of page
  • Foto do escritorRedação

Moeda Verde é destaque no prêmio Smart City Expo Curitiba Brazilian Awards



 

Programa andreense que troca recicláveis por hortifrúti foi finalista na categoria “Cidade Sustentável”

 

Santo André, 21 de março de 2024 –  O programa Moeda Verde mais uma vez obteve reconhecimento nacional por ser uma iniciativa que contribui para a construção de um futuro mais sustentável. Nesta quinta-feira (21), a ação andreense foi uma das três finalistas do prêmio Smart City Expo Curitiba Brazilian Awards, edição brasileira do maior evento de tecnologia do mundo, o Smart City Expo World Congress, que reúne especialistas para compartilhar e valorizar ações inovadoras e sustentáveis. 

 

O Moeda Verde concorreu na categoria “Cidade Sustentável” junto a outras duas iniciativas: Quintal Florestal Sustentável, do município de Santarém, no Pará; e Programa de Eficiência e Transição Energética, da cidade de Hortolândia, em São Paulo. Os três finalistas foram selecionados entre 300 projetos inscritos, das cinco regiões do Brasil.

 

“Esta é a terceira vez que o programa está entre finalistas de um prêmio nacional e para nós é sempre uma grande honra. A maior recompensa é saber que, com o Moeda Verde, levamos alimentação saudável à população, ampliamos a reciclagem e garantimos mais proteção ao meio ambiente”, comemora o prefeito Paulo Serra. 

 

A presidente do Núcleo de Inovação Social, Ana Claudia de Fabris, representou o município na premiação nesta quinta-feira (21), na capital paranaense. “É o reconhecimento que reflete nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável e urbano. Cada dia a gente tem mais orgulho de compartilhar essa vivência com o maior número de municípios do Brasil”, afirma. 

 

O programa Moeda Verde foi criado em novembro de 2017 pelo Núcleo de Inovação Social e o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André). Atualmente, a iniciativa está presente em 27 comunidades carentes do município. O programa já recebeu mais de 1.500 toneladas de recicláveis e, em troca, entregou mais de 290 toneladas de frutas, legumes e verduras. 

 

“Até o fim deste ano, o Moeda Verde atingirá a meta de chegar a 30 comunidades. A principal política pública socioambiental de Santo André já beneficia mais de 100 mil pessoas, levando dignidade alimentar e fortalecendo a consciência ambiental”, explica o superintendente do Semasa, Ajan Marques de Oliveira. 

 

Outras premiações – Em 2021, o Moeda Verde foi eleito o segundo melhor programa do Brasil com o Prêmio RAPS de Inovação e Sustentabilidade. 

 

Já em 2023, o programa ganhou, junto a outras iniciativas sustentáveis que são realizadas na cidade, a etapa estadual do prêmio Band Cidades Excelentes, na categoria “Sustentabilidade”. A premiação foi promovida pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação, em parceria com o Instituto Aquila.

 

| Texto: Susi Elena

| Fotos: Divulgação/Semasa


Comments


bottom of page