top of page
  • Foto do escritorRedação

Mauá lança frente de atuação para atender população em situação de rua no inverno




Ações visam mobilizar a sociedade e garantir atendimento qualificado e acolhimento humanizado


A época mais fria do ano chegou e a Prefeitura de Mauá e o Fundo Social de Solidariedade (FSS) estão empreendendo diversas iniciativas com o objetivo de mobilizar toda a estrutura do município e a sociedade para garantir atendimento qualificado e acolhimento humanizado para a população em situação de rua. Nesta quinta-feira (25/05), no Centro Pop, que estava sendo reinaugurado, após passar por revitalização, foram lançados o Inverno Solidário, campanha de arrecadação de agasalhos e cobertores, e a Operação Inverno, força-tarefa da Prefeitura para atender e até mesmo acolher a população em situação de rua, nos dias e noites de frio mais intensos.


“A reinauguração do Centro Pop e o desenvolvimento dessas ações representam símbolos de esperança e de solidariedade, mais um passo significativo na construção de uma cidade mais justa e acolhedora. Além do atendimento, iremos proporcionar a socialização, devolver a autoestima e estimular a autonomia de cada pessoa que vive nas ruas”, disse o prefeito Marcelo Oliveira.


A secretaria de Assistência Social, Xênia Sousa Díspore, lembrou que, em 4 de janeiro de 2021 (primeiro dia útil da atual gestão), o Centro Pop estava com os portões trancados e os três funcionários do local, trabalhavam em condições precárias, sequer tinham água ou luz, em plena pandemia de Covid e ela destacou a importância da revitalização do espaço. “Agora teremos ainda mais condições para fazermos o acolhimento, proteção e encaminhamento para a autonomia e emancipação dos usuários”, explicou ela.


Uma das frentes de atuação, o Inverno Solidário, visa a arrecadação de agasalhos e cobertores. Por isso, o FSS criou pontos de arrecadação nas 23 UBSs (Unidades Básicas de Saúde), no Paço Municipal e na sede da Secretaria de Assistência Social. Os endereços estão disponíveis no site da Prefeitura: (https://www.maua.sp.gov.br/InvernoSolidario.aspx).


Podem ser doados casacos, calças, meias, gorros, luvas, cobertores, lençóis, toalhas de banho, tênis e sapatos em bom estado. A necessidade principal é de peças masculinas de inverno — homens representam a maioria da população em situação de rua. Também será possível entregar doações durante a 36ª Festa Junina Solidária de Mauá, realizada no próximo mês.


Por sua vez, a Operação Inverno inicia nesta quinta-feira 25 de maio e vai até 29 de setembro. Durante a iniciativa serão intensificadas as abordagens das equipes da Prefeitura à população em situação de rua em dias em que os termômetros marcarem menos de 15°C, além da ampliação do acolhimento noturno. O trabalho é coordenado pela Secretaria de Assistência Social, em conjunto com o Fundo Social de Solidariedade, Defesa Civil, com apoio das secretarias de Saúde, Serviços Urbanos e GCM (Guarda Civil Municipal). Nas ruas, as equipes farão a busca ativa e a sensibilização das pessoas para que se protejam do frio e procurem pelos serviços de acolhimento noturno do município.


As pessoas que aceitarem ser atendidas serão encaminhadas ao Albergue Municipal ou ao alojamento montado no Centro Pop (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua). Além do pernoite, elas terão acesso a itens de higiene pessoal e alimentação. O espaço, recém-reformado pela Prefeitura, está mais acolhedor. Foram ampliados os números de sanitários e chuveiros, e dormitórios e refeitórios passaram por readequação. Agora, o local conta com sala de atividades socioeducativas, onde serão desenvolvidas ações do Ensino para Jovens e Adultos (EJA) para a população em situação de rua e espaço para pets pernoitarem.


Durante a vigência da Operação Inverno, o serviço social poderá ser acionado 24 horas por dia pelos telefones 4547-1061 (CentroPop), 199 (Defesa Civil) ou 153 (GCM).


No ano passado, ao longo dos 143 dias da Operação Inverno 2022, foram feitos 5.886 acolhimentos noturnos - média de 41 pessoas atendidas por dia. No período também foram realizadas 1.298 abordagens sociais.

bottom of page