• Redação

Mauá abre vacinação a público de 38 anos



População estimada nessa faixa etária é de 7.500 pessoas

Mauá alcançou na última sexta-feira a expressiva marca de 210.691 doses aplicadas da vacina contra a Covid. A campanha para imunização da população não para e, a partir desta terça-feira (05/07), poderão receber o imunizante as pessoas com idade a partir de 38 anos ou mais. A população estimada nessa faixa etária é de 7.500 pessoas.


Ao todo serão 24 postos de imunização para melhor distribuir o público e evitar aglomerações. As 23 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e o Ginásio Poliesportivo Celso Daniel, único a atender no sistema drive-thru. O horário é das 9h às 15h30. 


A exceção é a UBS Vila Magini, que terá horário estendido para aplicação das doses, das 9h às 19h30. As UBSs Flórida e Zaíra 2 também operam até as 19h30, porém, apenas nesta terça-feira. 


Quem preferir ir de carro, a única opção é o Ginásio Poliesportivo Celso Daniel, com entrada pela Rua Vitorino Dell’Antonia, no estacionamento de funcionários da Prefeitura.

 

O pré-cadastro no site Vacina Já (vacinaja.sp.gov.br) é obrigatório, pois agiliza o atendimento. Somente serão imunizados os residentes no município e que  apresentem o comprovante de residência em nome do morador, ou no nome do pai e da mãe, assim como no nome do marido ou da mulher (com cópia da certidão de casamento para comprovar). Todos devem apresentar CPF e documento com foto (CNH ou RG) para receber a dose. 

 

Munícipes com 35 anos ou mais podem se cadastrar para a xepa da vacina nas UBSs. Para participar é preciso morar em Mauá e apresentar comprovante de endereço no próprio nome, RG e documento com foto (CNH ou CPF) na unidade de saúde mais próxima de sua residência. Não se trata de agendamento, mas de inscrição para receber o imunizante quando houver sobra de doses. O usuário é avisado por telefone.

 

É possível ajudar a combater a fome em Mauá ao se imunizar. Doe qualquer alimento da cesta básica para a campanha 'Mauá na luta contra a fome' no dia em que for tomar a vacina na unidade de saúde ou drive-thru. Não é obrigatório, mas ajudará muito a quem não tem o mínimo para colocar na mesa.

 

 

A Prefeitura de Mauá reforça o pedido às pessoas ficarem em casa na medida do possível. Caso realmente precisem sair, cuidem-se. Usem corretamente a máscara, mantenham a higiene das mãos frequentemente e o distanciamento físico. Evitem aglomerações.