top of page
  • Foto do escritorRedação

Governo Federal envia R$ 200 milhões para obras habitacionais de Diadema





Recurso será utilizado para revitalização dos jardins Gazuza e Marilene, além de regularização fundiária em várias comunidades; Presidente sabe a importância dos municípios, diz prefeito



O Governo Federal anunciou o envio de R$ 200 milhões para obras de urbanização em Diadema, com verba do Novo PAC. Do total, R$ 197,9 milhões serão destinados para o Projeto Periferia Viva, que vai requalificar os núcleos habitacionais do Jardim Gazuza e do Jardim Marilene. O anúncio foi feito pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dentro de um pacote de R$ 18,3 bilhões para 532 municípios.



Outros dois projetos de regularização fundiária foram contemplados e vão beneficiar os núcleos habitacionais União 1B e Ilhéus (R$ 939,7 mil em investimento) e Serra do Acaraí, Maria Leonor, Serra do Baturité, Nova Serrana, Serra da Roraima, Ponta do Norte, Quito Pequim/Buenos Aires, Mulford, Pré-Moldado, Barbosinha, Piratininga II, Arco-Íris I e II, Primavera I e II, Inverno-Verão, Km 19 da Rodovia das Imigrantes, Barão de Uruguaiana (R$ 1,06 milhão).



“O presidente Lula defende o desenvolvimento dos municípios como motor do desenvolvimento do Brasil. Diadema tem apresentado bons projetos e tem recebido apoio do Governo Federal para seguir avançando na reconstrução da nossa cidade”, disse o prefeito Filippi.



As intervenções do Periferia Viva para Diadema envolvem infraestrutura, melhorias habitacionais e produção de unidades habitacionais para o Jardim Gazuza, na região do Casa Grande, e no Jardim Marilene, uma das áreas de maior adensamento populacional de Diadema.



“As pessoas não levam em conta que o investimento numa encosta garante que as pessoas não morram com deslizamentos. Quando fazemos investimentos em saneamento básico estamos investindo na saúde da população. E isso que estamos fazendo hoje, baseado nas necessidades do povo e nos projetos apresentados pelas prefeituras, independente do partido do prefeito”, discursou o presidente Lula. “ Estamos vendo a importância de voltarmos a ter obras que melhorem a capacidade das cidades resistirem a eventos climáticos extremos.”



Só nesta etapa, o presidente Lula anunciou R$ 18,3 bilhões de investimentos em cinco modalidades: Abastecimento de Água – Rural; Periferia Viva – Urbanização de Favelas; Prevenção a Desastres Naturais: Contenção de Encostas; Regularização Fundiária; e Renovação de Frota.



Foto: Ricardo Stuckert

Comments


bottom of page