top of page
  • Foto do escritorRedação

Governo Federal envia mais R$ 11,6 milhões para a saúde de Diadema


Fotos: Dino Santos e Ricardo Stuckert


Portarias do Ministério da Saúde publicadas nesta semana repassam recursos para custeio de média e alta complexidade e também para aquisição de equipamentos


O Ministério da Saúde publicou nesta semana série de portarias que liberam mais de R$ 11,6 milhões para a saúde de Diadema. Publicadas entre os dias 15 e 19 de dezembro, as portarias repassam recursos para custeio de média e alta complexidade e também para investimentos, como aquisição de equipamentos para as Unidades Básicas de Saúde (UBS).


A diretora geral do Quarteirão da Saúde, Maria Cláudia Vilela, explicou que esses recursos serão utilizados em diferentes unidades de saúde da cidade. “Vai garantir o custeio do Quarteirão, do Hospital Municipal, do Pronto Atendimento Paineiras, dos Caps (Centros de Atenção Psicossocial), enfim, é um apoio muito importante”, relatou.


Maria Cláudia destacou que desde que o presidente Lula assumiu o governo, a relação com o Ministério da Saúde melhorou consideravelmente. “Passamos oito anos sem meios para solicitar os recursos. O processo de captação de recursos estava praticamente paralisado. Agora, com esse apoio, os municípios têm condições de fazer muito mais”, completou.


O prefeito de Diadema, José de Filippi Junior, afirmou que essa parceria da prefeitura com o governo federal vai fazer a diferença nas políticas públicas da cidade. "Sempre digo que ninguém faz nada sozinho e com o Lula nos ajudando, enviando os recursos, com certeza poderemos fazer muito mais", concluiu.


Mais recursos

O Ministério da Saúde já assinou, em outubro, a liberação de R$ 287 milhões para a obra do novo Hospital Municipal. As obras do hospital começam em 2024 e será construído onde hoje funciona o Paço Municipal. Também em outubro, foram anunciados R$ 75 milhões para a realização de exames, cirurgias e consultas.

Fotos: Dino Santos e Ricardo Stuckert

bottom of page