top of page
  • Foto do escritorRedação

Estacas do Viaduto Estaiado chegam à travessia do Ribeirão Grande




Tendo finalizado a primeira etapa de aterragem das estacas de sustentação do trecho convencional do Viaduto Estaiado no lado da Avenida Humberto de Campos, a Prefeitura de Ribeirão Pires iniciou os trabalhos para instalação de estacas na travessia do Ribeirão Grande. Além disso, o processo de execução de contenção da base do Morro Santo Antônio, utilizando técnica chamada grampeamento, está 50% concluído, firmando o terreno e garantindo a segurança dos trabalhadores que atuam na obra.


Na segunda quinzena de fevereiro, as estacas começaram a ser cravadas em profundidades que atingem de 18 metros a 23 metros. A altura em alguns pontos do viaduto será de 12 metros acima do solo. Ao todo, 112 estacas raiz que serão aterrados para fazer a sustentação do viaduto estaiado, 133 serão colocadas ao longo da Avenida Prefeito Valdírio Prisco e outras 21 serão implantadas onde a obra se iniciou, na Avenida Humberto de Campos, próximo ao canteiro de obras.


A Prefeitura de Ribeirão Pires tem atuado em ritmo acelerado desde os inícios da obra, no final de 2023, nas intervenções do Viaduto Estaiado – maior projeto de mobilidade urbana da história da cidade. Com investimento de R$ 55 milhões, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, o empreendimento, que ligará Centro e Centro Alto, atende demanda antiga dos moradores da Estância.


Ao todo, a obra deve durar três anos e está sob responsabilidade da empresa Versátil Engenharia. O empreendimento terá, aproximadamente, 1800 metros de extensão e será constituído por outros elementos como: muro de contenção, ponte estaiada, alças de acesso, de retorno e demais adequações nas vias.

Comments


bottom of page