top of page
  • Foto do escritorRedação

Diadema inaugura sala para aprendizado de robótica





Espaço Maker Enedina Alves Marques funciona no Centro de Formação Carlos Kopcak e é fruto de parceria entre a prefeitura e o Sesi



Foi inaugurado, na tarde de sexta-feira (28/6), o Espaço Maker Enedina Alves Marques, uma ampla sala dentro do Centro de Formação Carlos Kopcak, no centro de Diadema. O espaço, nomeado em homenagem à primeira engenheira negra do Brasil, é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Diadema e o SESI (Serviço Social da Indústria), que forneceu mobiliários, equipamentos e formação dos professores. “Estamos presentes em 427 municípios paulistas com diversos programas ligados à Educação, e teremos mais oito espaços maker como esse em outras cidades do estado de São Paulo, mas esse é o primeiro. O que nos motivou a priorizar a parceria com a Prefeitura de Diadema foi o engajamento da cidade e a forte vontade de transformar verdadeiramente a educação”, afirmou o gerente executivo de Educação do SESI SP, Roberto Xavier.



Depois de fazer o descerramento da placa de inauguração, o prefeito José de Filippi Júnior ressaltou que a parceria com a instituição é extremamente positiva e frutífera. “Fico muito feliz de ver que o nosso papel como gestor está sendo cumprido, que é dar condições para que os professores e os estudantes possam usar espaços como esse para ousar, criar e desenvolver novos projetos por meio da tecnologia, aprimorando cada vez mais a formação dos nossos adolescentes e jovens.”



O Espaço Maker já está em funcionamento desde novembro de 2023 e conta com duas impressoras 3D, uma máquina de corte a laser e uma cortadora de vinil. Em junho teve início um curso de robótica que vai até outubro, com 15 aulas de 1h30 para sete turmas do programa Mais Educação das EMEBs Daniel Trivinho, Anita Malfati e Marieta de Freitas. Além das turmas do Mais Educação, poderão utilizar o espaço os jovens do programa Adolescente Aprendiz, e às sextas feiras o Espaço Maker será aberto para a comunidade em geral.



O coordenador do espaço, William Martins dos Santos, conta que cerca de 300 adolescentes já passaram por lá. “Além do curso, teremos também oficinas permanentes de cultura maker e robótica, em que são passadas noções de manuseio dos equipamentos do espaço. A ideia é que eles aprendam a manipular os programas e softwares para criar e desenvolver projetos e depois usem os equipamentos para materializar o que criaram.” Evelyn Daniel, diretora do Departamento de Educação Popular da Secretaria de Educação, reforça que esse é um espaço real de ‘aprender fazendo’, e deve ser acessível a crianças e adolescentes da nossa cidade. "Vamos abrir também para uso de coletivos, como o de Afroempreendedorismo”, completou.



Ana Lucia Sanches, secretária de Educação, acrescenta que o Espaço Maker será um lugar de equidade. “É para os jovens exercerem ainda mais os seus direitos. Juntamente com o Adolescente Aprendiz, os cursos de idiomas e os polos da UAB (Universidade Aberta do Brasil) e da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) aqui no Kopcak, vai ajudá-los a aprender, evoluir e avançar cada vez mais.”



O Centro de Formação Carlos Kopcak fica na Rua Manoel da Nóbrega, 155 – Centro. Mais informações pelo telefone 4051-5102.



Texto: Alvaro Bodas


Fotos: Mauro Pedroso

コメント


bottom of page