top of page
  • Foto do escritorRedação

Diadema figura entre as cidades com melhor saneamento do Brasil





Ranking Trata Brasil situa o município em 36º lugar, em grupo de 100 cidades; IBGE já apontou que Diadema tem maior percentual de abastecimento de água entre cidades com mais de 2.000 habitantes



Diadema figura entre as cidades com melhor sistema de saneamento do Brasil. No 16º Ranking do Saneamento com o foco nos 100 municípios mais populosos do Brasil, realizado pelo Instituto Trata Brasil (ITB), em parceria com GO Associados, Diadema aparece em 36ª posição. Na região do Grande ABCD, a cidade aparece como a segunda cidade com melhor sistema de abastecimento.



Em fevereiro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já havia mostrado que a cidade tem a segunda maior cobertura de abastecimento de água do País, e é a primeira considerando municípios com mais de 2.000 habitantes, com 99,84% dos moradores sendo abastecidos pela rede de água. Os números mostram a importância das políticas públicas desenvolvidas na cidade.



Para produzir o ranqueamento, foram levados em consideração indicadores do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), ano-base de 2022, publicado pelo Ministério das Cidades. Desde 2009, o Instituto Trata Brasil monitora os indicadores dos maiores municípios brasileiros com base na população, com o objetivo de dar luz a um problema histórico vivido no país.


 


A falta de acesso à água potável impacta quase 32 milhões de pessoas e cerca de 90 milhões de brasileiros não possuem acesso à coleta de esgoto, refletindo em problemas na saúde para a população que diariamente sofre, hospitalizada por doenças de veiculação hídrica.  



“O resultado de Diadema é bastante superior à média nacional, tanto para o abastecimento de água quanto para o esgotamento sanitário,” afirmou na ocasião do anúncio do IBGE o técnico do instituto, Bruno Mandelli. “Quando analisamos os municípios com mais 200 mil habitantes, Diadema apresentou a maior taxa de abastecimento de água e a segunda maior de esgotamento sanitário”, completou.



Os bons números de Diadema foram atribuídos pelo prefeito José de Filippi Júnior aos anos de trabalho desenvolvido na cidade pela Saned, a Companhia de Saneamento de Diadema, que foi fundida à Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) em 2014.  “Isso é resultado de políticas públicas", pontuou. Sinto muito orgulho de ter sido o prefeito que criou a Saned e os dados mostram que o poder público fez o dever de casa”, concluiu.

Foto: Divulgação Secom

Comments


bottom of page