top of page
  • Foto do escritorRedação

Diadema emite alerta para cuidados durante onda de calor



Próximos dias serão de altas temperaturas e baixa umidade; população precisa se manter hidratada e redobrar os cuidados com crianças, idosos e pets

As altas temperaturas são características do verão, entretanto, os últimos dias do inverno serão marcados por uma forte e rara onde de calor em todo o país. Os termômetros devem ultrapassar a marca dos 38ºC, especialmente na quinta (21) e no domingo (24), de acordo com o CPTEC/INPE. A Prefeitura de Diadema, por meio do Núcleo de Vigilância em Saúde Ambiental da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e da Defesa Civil/Secretaria de Segurança Cidadã, divulga alerta com orientações e cuidados essenciais a serem adotados nesse período de calor e baixa umidade.

Orientações gerais

Hidrate-se com água e outros líquidos como chás e sucos com frequência, mesmo que não esteja com sede;

Use roupas leves, chapéu, boné e sombrinha/guarda-chuva para se proteger do sol;

Evite transitar em áreas abertas e realizar atividades físicas nos horários mais quentes, entre 11h e 16h. Caso precise sair, use protetor solar e reaplique a cada duas horas ou em caso de transpiração intensa.

Em casa e no trabalho

Abra portas e janelas para circulação do ar, fechando cortinas e persianas para se proteger da ação direta do sol;

Se possível, faço uso de ventiladores e ar condicionado e use umidificadores de ambiente, toalhas molhadas ou recipientes com água, etc.

É preciso ter atenção redobrada com crianças e idosos, que estão mais sujeitos a complicações por desidratação e problemas respiratórios. Os efeitos mais comuns à baixa umidade são ressecamento de mucosas que podem ocasionar complicações alérgicas e respiratórias; piorar doenças respiratórias pré-existentes como asma, bronquite, rinite e enfisema; sangramento do nariz, espirros, tosse e dificuldade para respirar. O ressecamento de pele e olhos podem aumentar sintomas como coceiras e irritação, além das conjuntivites alérgicas.

Os pets também merecem atenção. Por isso, a orientação é manter animais de estimação protegidos do sol e evitar passeios que possam provocar queimaduras nas patas em contato com asfalto quente.

O detalhamento de todas as orientações está disponível no anexo.

Quem procurar em caso de emergência

A insolação se caracteriza por pele vermelha, quente e seca, sem suor, pulso rápido, dor de cabeça, tontura, confusão ou agressividade, temperatura do corpo elevada, perda de consciência e até convulsões. Além desses sinais, é preciso procurar assistência de saúde para sintomas como câimbra, sede intensa, cansaço, sudorese intensa (pele fria e úmida), palidez, vômito e desmaio.

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão atentas a esse período e a população também pode procurar os pronto atendimentos da cidade, caso necessário. Os endereços das UBS estão disponíveis em https://portal.diadema.sp.gov.br/ubs-por-bairro/. Outros serviços de prontidão para chamados são Defesa Civil, Corpo de Bombeiros ou Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU).

Serviço:

Defesa Civil de Diadema

Tel: 4072 9239 ou 199

Corpo de Bombeiros

Tel.: 193

SAMU

Tel.: 192

Por Renata Nascimento

Foto: André Baldini

Comments


bottom of page