top of page
  • Foto do escritorRedação

Bolsonaro na Mira da Polícia Federal: Operação Tempus Veritatis em Andamento




No epicentro de uma investigação envolvendo uma suposta organização criminosa, o ex-presidente Jair Bolsonaro está sob os holofotes da Operação Tempus Veritatis. A Polícia Federal (PF) possui um mandado para apreender o passaporte do político, que é alvo de apurações sobre uma possível tentativa de golpe de Estado após sua derrota nas eleições de 2022.

A ação já resultou na prisão de dois ex-assessores de Bolsonaro, Filipe Martins e Marcelo Câmara. A lista de investigados ainda inclui figuras de destaque como Almir Garnier, ex-comandante da Marinha, Anderson Torres, ex-ministro da Justiça, Augusto Heleno, ex-ministro-chefe do GSI, Paulo Sérgio Nogueira, ex-comandante do Exército e ministro da Defesa, Rafael Martins de Oliveira (já preso), Tércio Arnaud, ex-assessor de Bolsonaro, Walter Braga Netto, ex-ministro da Defesa e da Casa Civil e candidato a vice de Bolsonaro em 2022, além de Valdemar Costa Neto, presidente do PL.

O desdobramento da operação envolve 33 mandados de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e 48 medidas cautelares diversas da prisão, todos expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Comments


bottom of page