top of page
  • Foto do escritorRedação

Biblioteca Cecília Meireles, em Santo André, passa por obras de modernização

Inaugurado em 1967, equipamento localizado no Parque das Nações ganhará projeto integrado entre as secretarias de Cultura e Saúde





Santo André, 4 de agosto de 2023 – A Biblioteca Cecília Meireles, em Santo André, está passando por obras de modernização e será devolvida ao público mais bonita, renovada e com acessibilidade. O espaço contará ainda com um projeto integrado entre as secretarias de Cultura e Saúde.


O equipamento cultural, localizado no Parque das Nações, passou por vistoria realizada pelo prefeito Paulo Serra nesta sexta-feira (4). Também estiveram presentes o secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Vitor Mazzeti, e a secretária adjunta de Cultura, Azê Diniz. Eles caminharam pela estrutura e puderam ver de perto as novidades que estão sendo implementadas de um dos principais equipamentos do segundo subdistrito andreense.


“É um processo de modernização e revitalização, mais um equipamento da Cultura que a gente vai entregar renovado. E aqui com uma diferença: um projeto pioneiro que estamos fazendo junto à Saúde, integrando a questão do SUS com a Cultura, que vamos levar para outras regiões da nossa cidade, mas que começa aqui, em uma biblioteca que é grande referência. Teremos um espaço novo, integrado à Saúde, com áreas de convivência – em especial à população da melhor idade, muito presente nessa região do segundo subdistrito”, exaltou o prefeito Paulo Serra.


Localizada na Praça Waldemar Soares – popularmente conhecida como Praça do Bonfim, em alusão Santuário Senhor do Bonfim – a Biblioteca Cecília Meireles foi inaugurada em 1967. Neste processo de modernização pelo qual está passando, estão sendo realizadas trocas de piso e telhado, adequação de acessibilidade, reforma dos banheiros (com instalação de mais um), novo balcão de atendimento, além de atenção às partes elétricas, hidráulicas, de iluminação e pintura. Está sendo ainda implementada uma área de convivência na parte externa, com direito a uma horta comunitária.


“Se comprar com outras obras, do ponto de vista estrutural, essa é relativamente pequena, mas tem simbolismos importantes. Entre eles o fato de se tratar de uma biblioteca, que é uma referência no segundo subdistrito”, destacou o prefeito.


O valor do investimento é de R$ 1,7 milhão e a origem deste dinheiro é a iniciativa privada, por meio das contrapartidas pagas ao município por meio do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano – em molde já utilizado em outras obras pela cidade, como por exemplo o Parque Guaraciaba.


“Aqui está nascendo projeto de parceria entre Cultura e Saúde que vamos levar para outras regiões. Será piloto de projeto de integração das secretarias”, complementou o prefeito Paulo Serra.


“Baseados numa pesquisa que fizemos, entendemos que esta é uma região com uma população idosa, vimos que o equipamento de saúde que atende a região é procurado por essas pessoas que não se sentiam doentes, mas se sentiam sós, precisando de atenção. Essas são pessoas que têm muito a contar e a nós da Cultura essa parte histórica interessa muito”, afirmou a secretária adjunta de Cultura, Azê Diniz.


“Junto com a Saúde começamos a conversar e criamos projetos de resgate à memória, histórias de bairro, através de pessoas que têm o que contar... Então o projeto visa a contação de história, resgate de fotografias. Planejamos exposições de fotografias das próprias pessoas”, finalizou a secretária adjunta de Cultura.


| Texto: Dérek Bittencourt

dcbittencourt@santoandre.sp.gov.br / 4433-0142

| Fotos: Eduardo Merlino/PSA | Vídeo: Renato Silva/PSA

Comments


bottom of page