• Redação

Até quando o Brasil vai aceitar o preconceito e a intolerância



A intolerância tem sido algo crescente na sociedade dessa uma mulher vestida com a camisa do Palmeiras foi agredida e expulsa de um vagão do Metrô na estação Barra Funda, na Linha 3-Vermelha, por torcedores corintianos. Ela estava acompanhada por uma amiga.


Vídeos publicados nas redes sociais mostram a jovem sendo expulsa do vagão. Outra imagem mostra o momento em que um homem empurra a vítima com um chute.


A agressão ocorreu após uma torcedora corintiana, que estava acompanhada por um grupo de homens, mandar a palmeirense tirar a camisa do clube e ela se negar. A corintiana chega a pegar o boné de uma das palmeirenses, que depois recupera a peça.


As duas meninas fazem parte do grupo corredor alviverde, uma comunidade na internet que reúne torcedores para recepcionar os jogadores do Palmeiras nos estádios. A comunidade publicou uma nota de repúdio nas redes sociais:


“Heroína não é aquela que se garante com mais de 30 homens no mesmo vagão para falar o que quer e mandar tirar a ‘farda’. Heroína é aquela que está com a amiga, que escuta o que a valente tem pra falar e que não perde a cabeça em momento algum. Mexeu com uma, mexeu com todas”


O Corinthians também se pronunciou pelas redes sociais e disse que lamenta e repudia qualquer ato de violência, especialmente contra a mulher. O Corinthians pede desculpas à torcedora palmeirense que foi covarde e lamentavelmente agredida no Metrô.


Já o Metrô disse que a passageira não procurou nenhum funcionário da companhia metropolitana para registrar a ocorrência e recomendou que, em casos como esse, a pessoa procure pelos funcionários e pela polícia.


Fonte: G1- Globo . com / Por Bom Dia SP — São Paulo

  • Branco Facebook Ícone

/AmigosDoABC

  • Branca Ícone Instagram

@amigosdoabcd

  • Branco Twitter Ícone

@amigosdoabcd