top of page
  • Foto do escritorRedação

Após 10 anos em queda, nível de emprego em Diadema se recupera e só cresce




Apenas nos primeiros 6 meses de 2023, mais de 94 mil vagas foram geradas na cidade, ultrapassando o total anual dos últimos sete anos


O índice de geração de vagas (admissões) em Diadema vinha em queda acentuada desde 2011. No entanto, a partir de 2021, o nível de emprego foi se recuperando ano após ano e não para de crescer.


Apenas nos últimos 6 meses de 2023, mais de 94 mil vagas foram geradas no município, mais do que foi gerado em todo o ano de 2022 – na verdade, mais do que vinha sendo gerado anualmente nos últimos sete anos. A expectativa é de uma geração de empregos recorde este ano.


Dados do CAGED de junho indicam um saldo positivo de 419 novos empregos, com 3.415 admissões e 2.996 desligamentos. Nas admissões, a grande maioria das vagas foram ocupadas por mulheres com ensino médio completo e 36,5% delas foram na produção de Bens e Serviços Industriais.


Foi o sexto mês consecutivo de crescimento (leia mais em https://portal.diadema.sp.gov.br/diadema-tem-o-maior-destaque-no-caged-entre-as-7-cidades-do-abcdmrr/), colocando Diadema como a cidade com maior geração mensal de empregos dentre todas as 7 cidades do ABCDMRR, seguida de Ribeirão Pires (+322), Mauá (+93), Rio Grande da Serra (+36) e São Bernardo do Campo (+4). As cidades de São Caetano (-824) e Santo André (-179) registraram recuo.


A Indústria é o setor que mais emprega em Diadema, com 39.315 empregos (42%), quase metade do total. Na quantidade de novos empreendimentos na cidade, de janeiro a junho de 2023, foram 1.485 novas empresas do setor de Serviços, 783 no Comércio e 248 novas Indústrias. Estabeleceram-se no município 79 novas empresas de Construção Civil, o que mostra a aposta no crescimento e na verticalização da cidade.


Estímulo a quem trabalha


Todo este crescimento é diretamente estimulado pela Prefeitura de Diadema, principalmente por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (SEDET). O Emprega Diadema, centro público municipal de emprego e renda, intermediou 400 empregos ao longo deste ano e o Banco do Povo, no mesmo período, já concedeu R$ 118,4 mil em microcrédito.


Também nos primeiros seis meses de 2023, com base na lei 522/2022, a Nova Lei de Incentivos Fiscais aprovada pelo Governo Filippi, foram beneficiadas 172 empresas, que receberam mais de 67 milhões em renúncia fiscal por meio de Certificados Incentivo ao Desenvolvimento (CID - lei mais em: https://portal.diadema.sp.gov.br/diadema-entrega-r-39-milhoes-em-incentivos-fiscais-a-industrias-da-cidade/). Esses certificados compensam até 50% dos investimentos que as empresas fazem tanto em ampliação de sua planta produtiva quanto para a aquisição de novos equipamentos e tecnologias e beneficia tanto empreendimentos que estão chegando na cidade quanto aqueles que estão aqui há anos e continuam expandindo.


“Estamos todos no mesmo território, e somos responsáveis por este ambiente,” afirmou vice-prefeita Patty Ferreira, atual secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho. “Essa é a nossa intenção: Estimular investimentos para gerar mais oportunidades à população.”


Mais dados sobre o crescimento de Diadema podem ser conferidos no boletim Panorama Mensal de Desenvolvimento (https://portal.diadema.sp.gov.br/wp-content/uploads/2023/08/Panorama-Mensal-junho-2023.pdf), nova publicação da SEDET que apresenta, com credibilidade, um resumo dos dados acima. Você pode conferir este e outros boletins econômicos mais completos neste link: https://portal.diadema.sp.gov.br/boletins-economicos/.


por André Ribeiro

Comments


bottom of page