top of page
  • Foto do escritorRedação

12º Entoada Nordestina de São Caetano traz de raiz até sucessos do momento



Evento será de 19 a 21 de maio, com encerramento de Lucy Alves, a estrela da novela ‘Travessia’


Celebrando a cultura e a identidade dos nove estados que formam o Nordeste brasileiro, a 12º Entoada Nordestina de São Caetano do Sul terá cada noite de atividades encerrada por um show com artistas de referência e destaque da música popular, sempre às 20h30: Mano Walter (19/5, sexta-feira), Anastácia (20/5, sábado) e Lucy Alves (21/5, domingo). A estimativa é superar a marca de 100 mil visitantes nos três dias de evento. A festividade acontece no Espaço Verde Chico Mendes (Av. Fernando Simonsen, 566, Bairro Cerâmica, em São Caetano): sexta-feira das 16h às 22h, sábado das 12h às 23h, e domingo, das 12h às 22h.

Com foco na cultura popular regional e prestando uma grande homenagem à comunidade formada por imigrantes e descendentes e imigrantes nordestinos em São Caetano, a festa de cultura tradicional e culinária típica é idealizada e promovida pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da sociedade civil. É aberta ao público de todas as idades, com entrada solidária: 1kg de alimento não perecível por pessoa, dentro do prazo de validade. O total arrecadado será destinado ao Banco de Alimentos do Fundo Social de Solidariedade do município.

A Entoada Nordestina de São Caetano do Sul é considerada um dos maiores e mais representativos eventos que comemora a cultura regional brasileira no Estado de São Paulo, marcada pela pluralidade de manifestações artísticas e culturais. Além dos shows musicais de grandes nomes da música brasileira encerrando cada dia de atividades, os visitantes contam com feira de artesanato temático, gastronomia típica e muitas atrações de artistas locais e da região do Grande ABC. A programação completa será divulgada, em breve, no instagram @culturasaocaetano e no site cultura.saocaetanodosul.sp.gov.br.

*Lucy Alves*

Lucyane Pereira Alves, natural de João Pessoa (PB), é atriz, cantora, compositora e multi-instrumentista. Recebeu vários prêmios ao longo da carreira, incluindo um Prêmio Extra, e um Melhores do Ano, além de indicações para um Grammy Latino, um Prêmio APCA, e um Prêmio Bibi Ferreira.

Lucy Alves iniciou sua carreira ainda criança integrando grupos musicais em sua cidade natal. Participa do grupo Clã Brasil, com quem já lançou diversos projetos. Ganhou fama por intermédio do reality The Voice Brasil, conquistando o 2° lugar.

Em 2016, recebeu aclamação da crítica por sua interpretação como a antagonista Luzia dos Anjos na novela Velho Chico, da TV Globo. Em 2022, estreou na Netflix protagonizando a série “Só se for por amor”. Hoje, atua no papel de “Brisa”, em Travessia, a novela das 9 da TV Globo.

*Anastácia*

Nascida Lucinete Ferreira, no Recife (PE), em 1940, Anastácia é considerada a Rainha do Forró. Foi esposa de Dominguinhos (1942–2013), seu principal parceiro na carreira musical, com quem compôs mais de 250 canções.

Gravou o primeiro disco em 1960, seu trabalho pioneiro no forró. Na mesma década, produziu ao lado de Dominguinhos uma das obras mais significativas da MPB, “Só quero um xodó” e outros clássicos como “Tenho sede”, “Contrato de separação”, “Sanfona sentida” e “Sucesso da Zefinha”, além de um diversificado histórico de gravações, regravações e duetos, além de gravações internacionais.

Foi indicada ao Grammy na categoria "Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa", em 2018, pelo álbum "Daquele jeito".

*Mano Walter*

José Walter Tenório Lopes nasceu em Quebrangulo (AL). Desde a infância vivendo no meio rural, começou a cantar e a compor acompanhando o pai nas festas da região. Em 2016, gravou o seu primeiro DVD oficial, em Maceió, com participação especial da cantora Marília Mendonça. No mesmo ano, Mano Walter torna-se o segundo cantor de forró mais escutado do Brasil. Com a música "O que houve?" conquista o disco de ouro. Em 2019, o álbum “Ao Vivo em São Paulo” foi indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Sertaneja.

Mano Walter é um dos grandes representantes do piseiro. Variação da pisadinha, é um estilo musical surgido na Bahia, derivado do forró. O piseiro tem traços da pisadinha, apresentando uma coreografia marcada por passos arrastados e mãos posicionadas junto ao corpo. Esta derivação do forró tradicional tem batida mais rápida, propondo uma dança solo.

Acompanhe a Agenda Cultural da cidade: cultura.saocaetanodosul.sp.gov.br.

Eliane Parmezani MTb 48.006 / Secult PMSCS

2/5/2023

Legenda: Lucy Alves, Anastácia e Mano Walter são destaques da 12º Entoada Nordestina

Divulgação

Subsecom - Prefeitura de São Caetano do Sul

Telefones: 4233-7480 / 4233-7438

Comments


bottom of page